quinta-feira, maio 27, 2010

Podia esperar que a vida fosse fácil, podia acreditar que a vida era justa...

Mas não me iludo!...

Hoje apetece-me gritar com ela, abaná-la para que perceba o que está a fazer.

Sussurrar-lhe a verdade, para que se arrependa.

Chorar no seu ombro e perdoar-lhe…

...com a condição de voltar atrás,

trazer tudo de volta,

e deixar os sorrisos livres…

1 comentário:

Sammael disse...

a vida é o que é e o que fazemos dela...

-__-