quarta-feira, janeiro 25, 2006

Palavras sem sentido...

Olha-me, ouve-me, sente-me…
É sempre assim tão difícil?!
Leva-me para longe, não me perguntes nada
Desdobra-te em pedaços de mim e quebra o compasso de espera que há entre nós,
Porque o tempo é vão e não existe,
Porque existir é mais do que viver,
Porque viver é sentir que temos todo o tempo…

Silêncio!

Deixa-me sentir-te respirar,
Inspira, expira, inspira, expira…
Não pares, não penses…
És sempre assim?!
Gostava de aprender a inalar uma golfada de ar e sustê-lo dentro de mim…
Gostava de sentir que tenho vida E QUE EXISTO!!!

4 comentários:

Sara disse...

Cada vez gosto mais do que escreves amiga. Emocionas-me!!! Obrigada!

AcesHigh disse...

concordo... emocionas.

as fotos no olhares.com estao fixes! esperamos por mais.

um beijo

Anónimo disse...

Amiga:

O silêncio por vezes é tão preciso...é no mais profundo silêncio que conseguimos sentir e reflectir!
Mas não nos podemos remeter ao silêncio, porque ele por vezes torna-se ensurdecedor! Exprimamo-nos!!!!!

Um beijo com muito carinho :-)

Fernanda Ribeiro disse...

Antes de mais obrigada pelas tuas palavras no meu espaço :)
Gostei muito do que aqui encontrei, vou passar por cá mais vezes *